A chegada de George Harrison no céu

George Harrison faleceu em 29 de novembro de 2001 e chegou aos céus hoje. Demorou um pouco para deixar os Estados Unidos devido ao tráfego aéreo, que anda bastante complicado por lá. Mesmo tendo viajado acompanhado dos anjos de Los Angeles, a maior complicação aconteceu exatamente na porta do céu, pois São Pedro já tinha tomado uns goles por conta do fim de semana e recebeu o Beatle de cara feia.

George foi logo dizendo:

– Good morning, eu sou George Harrison…

Ao que o santo respondeu:

– Eu sei, você está em todos os noticiários de hoje. Naturalmente, tá querendo entrar aqui… mas para adentrar os portões celestiais, você tem que provar que cumpriu a sua tarefa na Terra… e adianto que isso não vai ser muito fácil. Por exemplo, tem um jornalista brasileiro que disse que você saiu de lá deixando uma dívida muito grande com os teus fãs. Ele disse que você, depois que deixou os Beatles, foi ficando tão preguiçoso que nos últimos anos não fez porra nenhuma!

– Injustiça, santidade! Além dos meus últimos anos terem sido marcados pela doença, meu trabalho na banda dos anos 60 era mais relacionado com a estrutura sonora e eu sempre tive dificuldades em colocar minhas canções, devido ao fervor criativo da dupla principal. Veja o senhor que nos 4 primeiros LPs, eu só consegui colocar uma canção, que é Don’t Bother Me. Já no “Help!”, consegui colocar duas, I Need You e You Like me Too Much. Nas 222 músicas que nós colocamos em 26 LPs, 22 são de minha exclusiva autoria e 2 em parceria com Lennon, Paul e Starkey. Mais tarde, consegui colocar 4 canções no “Álbum Branco” e 4 no “Let It Be”. No “Help!” e “Rubber Soul” eu tenho 2 em cada, e no “Revolver” tenho 3. De qualquer forma, 24 músicas significam apenas 10% das 222. Se o tal jornalista disse que eu “trabalhei pouco” por causa deste percentual, está sendo muito injusto e parcial. Pois eu criei, por exemplo, a grande maioria dos solos de quase todas as músicas!

– Eu sei, eu sei… mas eu acho que vocês andaram explorando demais a galera! E você é cúmplice… Olha, dos 26 LPs vocês fizeram, tem muita música repetida! É uma repescagem do cacete! A campeã é Can’t Buy Me Love, que aparece em 8 discos. Depois vem as que aparecem em 6 LPs, olha só: A Hard Day’s Night, Help, Ticket to Ride e She Loves You. Se formos pegar as que aparecem em 6, veja só o que dá: Alll You Need is Love, Yesterday, Yellow Submarine, Paperback Writer, The Long and Winding Road, Let it Be, I Wanna Hold Your Hand e Hey Jude. Que aparecem em 5 LPs tem um monte: You’ve Got To Hide Your Love Away, We Can Work it Out… Além disso, aquele LP chamado “Rock’n’roll Music” é todo feito de música outros cantores. Isso é sacanagem! Todo mundo pensa que Twist Shout é de vocês, mas ela é do Medley e do Russell… Afora Long Tall Sally, Bad Boy e Roll over Beethoven… Desse jeito é fácil faturar uma grana preta… e você ainda disse por lá que andou tendo problemas financeiros…

– Santidade, por favor, não me maltrate mais do que tenho sofrido! A intenção de tocar músicas dos outros é simplesmente uma forma de homenagear os nomes que abriram a estrada rock’n’Roll e nos ensinaram a língua da nossa juventude. E eu realmente entrei em dificuldades financeiras, porque além de não ter a mesma participação nos direitos autorais, andei fazendo umas besteiras nos meus negócios, por falta de talento comercial. Meu negócio mesmo é meditação, filosofia… eu sempre gostei disso… pode parecer bobagem, mas nunca fui ligado em fama, poder e grana. Veja minhas canções, eu posso mostrar ao senhor…

– É… Mas nessa misticismo, você fez muita balada no embalo da cuca cheia de fumaça. Você falou dos discos nos quais colocou 2 ou 3 músicas. Mas no “Sgt Pepper’s” e no “Magical Mystery Tour” você estava tão doido, que só conseguiu colocar uma música em cada: Whitin You Without you e Blue Jay Way.

– Santidade, nosso caminho, nessa época, era religioso, por incrível que possa parecer…

– Religioso? Você tem coragem de me falar um negócio desses?! Chamar LSD e maconha de religião?! Deixa o Jotacê saber disso!!! Aí é que você não entra aqui nunca mais! Você acha que eu não te conheço? Quer que eu fale rapidinho o nome das tuas 26 músicas da fase beatle, em ordem alfabética? Blue Jay Way, Dig It, Don’t Bother Me, For You Blue, Here Comes the Sun, l Me Mine, I Need You, I Want to Tell You, If l Needed Someone, lt’s All Too Much, Long Long Long, Love You To, Maggie Mãe, Oíd Brown Shoe, Onty a Northern Song, Piggies, Savoy Truffle, Something, Taxman, The Inner Light, Think for Yourself, While My Quitar Gently Weeps, Whitin You Without You e You Like Me Too Much. Fora isso, você andou fazendo umas outras merrecas, mas nada que valha grande coisa. Pra mim, este é o teu inventário, o balanço da tua vida…

– Santidade, eu nunca gostei muito de ficar brigando com ninguém… e ando muito estressado. Além da doença, há pouco tempo tentaram me meter uma faca na barriga. Estou vendo que o senhor conhece minha vida melhor do que eu. Então não adianta ficar tentando me defender. O negócio seguinte: já vi que a barra aqui tá esquisita… deixa eu ir caçar um outro canto pra ficar…

– Calma lá, Georgin! Você acaba de cair na Pegadinha do Pedroca! Por que você acha que eu conheço tudo dos Beatles e especialmente de você? Eu adoro vocês, cara! Entra logo, vamos lá, que Deus, Khrisna e todas as hordas e habitantes celestes estão loucos prá te ver cantando My Sweet Lord, de alma para alma! E vou te falar mais: esse alvoroço que vocês fizeram na terra mudou muita coisa no céu. Vocês conseguiram o que jamais ninguém havia conseguido antes: vamos lá, que aqui agora tá tudo liberado!

Toninho Buda

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s