Paul apoia tributo a George

Paul McCartney diz que o melhor modo de lembrar seu amigo George Harrison é criar um centro de meditação. O ex-Beatle disse que George não gostaria de nenhuma agitação – mas, se tiver que haver um memorial, deve ser em algum lugar “calmo, quieto e longe da confusão”.

Autoridades em Liverpool querem homenagear George criando um memorial permanente. Mas, de acordo com Sir Paul, ele deveria ser construído sob a forma de um centro de meditação ou uma área de jardins. Numa entrevista ontem no programa North West Tonight da BBC, Sir Paul falou sobre a última vez em que viu George, que faleceu há duas semanas nos Estados Unidos, após uma longa luta contra o câncer.

Ele falou sobre como segurou por duas horas a mão de seu amigo da vida inteira, desde sua infância em Liverpool. Sir Paul disse: “Em todo esse tempo em que o conheci, eu nunca havia segurado sua mão – não é o tipo de coisa que você faz quando é parte de um grupo”.

Mike Storey, de Liverpool, disse que um dos possíveis locais para o memorial é o orquidário de Harthill, em Allerton. O conselho da cidade pensa em abrir novamente o local à visitação pública, após mais de 10 anos. O jardim para meditação deve ser incorporado nesse mesmo esquema.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s